Proteção Civil: Bombeiros de Ílhavo com Apoio Garantido para Segunda EIP - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 21 de maio de 2021

Proteção Civil: Bombeiros de Ílhavo com Apoio Garantido para Segunda EIP

 


A Câmara de Ílhavo deu luz verde ao acordo de cooperação com os bombeiros locais que permite a criação de segunda Equipa de Intervenção Permanente (EIP) da corporação.


Com o reforço operacional, os ‘soldados da paz’ ficarão em condições de “dar uma resposta mais eficaz às situações de emergência por forma a garantir um maior e melhor socorro à população”, refere a edilidade em comunicado.


O apoio financeiro atinge no total 248.766 euros, contemplando o cumprimento das responsabilidades legais com os seguros do pessoal (32.000 euros), a manutenção da EIP atual e a criação de uma segunda equipa.


Trata-se de um financiamento dos recursos humanos (50%), no âmbito do protocolo com os Bombeiros e a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) que suporta 56.766 euros.


Segundo Fernando Caçoilo, presidente do município, o apoio atribuído aos bombeiros locais tem em conta “o especial momento em que toda a nossa estrutura social foi abalada pela Covid-19, com impactos marcantes na concretização do plano de atividades das associações e também da autarquia.


Outros apoios municipais


» A autarquia assume ainda a comparticipação da atividade corrente da associação (90.000 euros); o carroçamento de chassis Veículo Tanque Tático Urbano (VTTU) (20.000 euros), a aquisição de Ambulância de Transporte Múltiplo (ABTM) elétrica com maca e 5 lugares (30.000 euros), a compra de Veículo Dedicado ao Transporte de Doentes (VOTO) elétrico e de 7 lugares (10.000 euros) e ainda a aquisição de fardamento de proteção, de trabalho, urbano e florestal (10.000 euros).


Fonte: Noticias de Aveiro

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________