Menino tem Alta Após 30 Dias Internado e 10 Paragens Cardíacas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

domingo, 14 de fevereiro de 2021

Menino tem Alta Após 30 Dias Internado e 10 Paragens Cardíacas

 


Arthur dos Santos, de apenas nove anos, é um verdadeiro herói. O menino brasileiro teve alta hospitalar após 30 dias internado, num hospital da Zona Sul de São Paulo, e de ter sofrido 10 paragens cardíacas, devido à Covid-19.


De acordo com o site G1, há pouco mais de um mês, o menino começou a sentir dores na barriga. Os médicos suspeitaram de uma apendicite, contudo, ao operarem-no, não encontraram nada que provocasse aquela dor.


Arthur acordou da cirurgia e continuou a sofrer. Só após um teste serológico é que os médicos descobriram que Arthur já tinha estado infetado com coronavírus e que estava, muito provavelmente, com sequelas do vírus.


“Ele teve 10 paragens cardíacas. Um dos primeiros diagnósticos dava conta que ele ia perder os quatro membros, as suas mãozinhas e pezinhos, devido a tromboses. Mas, de repente, ele começou a melhorar”, contou a mãe, Ellen Sousa à publicação brasileira, admitindo que não sabia que o filho tinha estado infetado.


A história do pequeno Arthur está a emocionar os brasileiros, devido à gravidade da doença e resistência do menino. Até o jogador Neymar já enviou uma mensagem de força. “Quem está aqui a falar é o Neymar, estou a passar por aqui para te falar que és um guerreiro. Estou aqui a torcer pela tua recuperação e para que possas alcançar todos os teus sonhos, sim? Beijo enorme, fica com Deus”, disse o futebolista.


Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________