Luxemburgo Vai Ter o Maior Quartel de Bombeiros da Europa - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Luxemburgo Vai Ter o Maior Quartel de Bombeiros da Europa

 




O centro será formado por cinco edifícios e terá estacionamento para 80 veículos. Custa 141 milhões de euros e estará pronto em setembro de 2021.


Na Boulevard de Kockelscheuer, em Gasperich, as obras da construção do novo Centro Nacional de Incêndio e Resgate (CNIS) já estão em marcha. O primeiro de cinco edifícios ficará pronto em julho de 2020 e a previsão é que em setembro de 2021 seja estreado.


Quando o novo CNIS estiver pronto "o Luxemburgo terá o maior quartel de bombeiros da Europa", declara à edição francesa do Luxemburger Wort o tenente-coronel Steve Meyer.


Uma obra de grande envergadura e orçada em 141 milhões de euros. Este centro irá concentrar todos os serviços e departamentos que até agora estão espalhados pela cidade, desde a coordenação geral do Corpo de Bombeiros do Grão-Ducado, à presença de todas as equipas de operações, a central telefónica 112 e o novo Instituto de Treino e Resgate.


Pelos cinco edifícios serão distribuídas 18 salas de instrução, 30 salas destinadas aos cursos de treino para profissionais ou voluntários, uma garagem com capacidade para 80 veículos, além de espaços próprios para treino desportivo. Tudo em formato gigante, avança o Wort.


A grandeza do centro salta à vista logo pela fachada, com 112 portas de garagem, adianta a edição francesa deste jornal. Dos 141 milhões de euros para a obra, 67,1 milhões foram dados pela cidade do Luxemburgo e 74 milhões vieram dos cofres do Estado.


Enquanto os bombeiros esperam pela nova "casa" estão já a poder operar com uma frota renovada. Na semana passada foram entregues dez ambulâncias, dois camiões de intervenção e um camião cisterna, todos a estrear. Estes veículos fazem parte de um total de 34 novas viaturas destinadas aos soldados da paz e aos socorristas do país.


Fonte: https://www.wort.lu/

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________