Comandante José Minas será Condecorado com a Medalha Cruz de São Jorge - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Comandante José Minas será Condecorado com a Medalha Cruz de São Jorge

 


O Estado-Maior-General das Forças Armadas vai concedorar o Comandante dos Bombeiros Sapadores do Funchal, José Minas, com a Medalha Cruz de São Jorge.


A decisão, publicada em Diário da República nesta sexta-feira, reconhece que José Minas, no exercício das funções de Comando dos Bombeiros Sapadores do Funchal, "tem demonstrado uma elevada dedicação no contributo permanente para que a relação entre os Bombeiros Municipais do Funchal e as Forças Armadas seja a mais adequada, sempre pautada por respeito, estima e confiança mútua".


O documento refere ainda que, "na sua ação como 2.º Comandante dos Bombeiros Municipais do Funchal, em especial durante a resposta à catástrofe da aluvião de 20 fevereiro de 2010, em que, apesar da situação de emergência que se vivia, teve sempre uma forma exemplar de comunicar e de se relacionar com as Forças Armadas, muito para além do que ditam as normas de protocolo usuais nestes casos, contribuindo para que o trabalho desempenhado por ambas as instituições, fosse considerado, por todos, como muito meritório para que a população se sentisse apoiada e protegida num momento difícil".


Já como comandante do Corpo de Bombeiros Sapadores do Funchal, José Minas "tem demonstrado um espírito muitíssimo inovador, nunca se deixando render à monotonia e procurando sempre implementar canais de comunicação privilegiados para potenciar e melhorar a articulação entre as Forças Armadas e o seu Corpo de Bombeiros que exemplarmente chefia. Sempre disponível e afável no trato, foi importante para que o trabalho da Instituição Militar fosse admirado e respeitado por todos os funchalenses", pode ler-se no decreto.


O texto termina salientando que "o profissionalismo, sentido do dever, camaradagem e boa disposição, tem contribuído, de forma relevante para o competente, saudável e leal relacionamento institucional entre o seu Corpo de Bombeiros Sapadores do Funchal e o Comando Operacional da Madeira, devendo ser apontado como um exemplo e ser considerado com tendo contribuído significativamente para a eficiência, prestígio e cumprimento da missão do Estado-Maior-General das Forças Armadas".


Fonte: JM Madeira

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________