Bombeiros Ganham Dez Ambulâncias e Camiões Novos para salvar Vidas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Bombeiros Ganham Dez Ambulâncias e Camiões Novos para salvar Vidas

 


Esta é a primeira entrega de uma frota total de 34 veículos a estrear, para o socorro e combate aos incêndios no Luxemburgo.


A frota do Corpo de Intervenção e Socorro do Grão-Ducado já começou a ser renovada. Para já são 10 ambulâncias, dois camiões de intervenção e um camião cisterna, tudo zero quilómetros e prontos para servir as equipas de bombeiros e socorristas de todo o Luxemburgo.


A primeira entrega desta frota de um total de 34 veículos, a estrear e que 10 milhões de euros ao governo, foi feita na sexta-feira no Centro de Lintgen, onde no pátio brilhavam 11 veículos novos.


"Todos os luxemburgueses beneficiarão do mesmo nível de cuidados médicos de emergência. É também uma questão de solidariedade", declarou na ocasião a Ministra do Interior, Taina Bofferding, citada pela edição francesa do Wort.


Também presente Paul Schroeder, Director Geral da CGDIS explicou que esta compra gigante traz mais benefícios. "Em primeiro lugar, podemos negociar melhores condições do que se cada centro comprasse os seus veículos individualmente. Em segundo lugar, e mais importante, permite a uniformidade dos veículos dentro do serviço de resgate. Só assim podemos garantir formação e educação comuns”, disse citado por esta edição do Wort.


Um dos veículos importantes a chegar será a do camião cisterna com capacidade para 10 mil litros de reserva para combater os incêndios no país.


Fonte: https://www.wort.lu/

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________