Vai Correr Tudo Bem, ou Não - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Vai Correr Tudo Bem, ou Não


A época de fogos ainda agora começou e já morrem bombeiros. Em apenas três dias, um bombeiro morreu, oito ficaram feridos, dois em estado muito grave. O MAI abriu um inquérito para apurar o que aconteceu em Miranda do Corvo.

Enquanto esperamos o resultado do inquérito, fica-nos, para já, a ideia de que a estratégia de combate aos fogos florestais continua a deixar muito a desejar. Provavelmente, o esforço do governo para não se repetir o que aconteceu em 2017 - que implicou até a demissão da ministra - perdeu-se algures entre o início da pandemia e o início da fase crítica dos incêndios. António Costa pediu cautela, dizendo o óbvio: a pandemia não suspende os incêndios.

Talvez fosse bom que o primeiro-ministro interiorizasse a sua própria frase. Porque, de facto, a pandemia levou o governo a suspender os tratamentos das outras doenças, a suspender a economia, que definha, e a suspender a rigorosa atenção que os fogos exigem.

E, apesar de suspender a vida para tratar do vírus, desleixou-se e não planeou bem o desconfinamento. Na verdade, planeou tão mal que voltámos a ter quase tantos contaminados como durante o confinamento. Chama-se a isto estratégia do "Vai correr tudo bem".

Tiago Rebelo in Correio da Manhã

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________