"Nunca o país esteve tão bem preparado para a época de fogos”, diz ministro do Ambiente - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 8 de maio de 2018

"Nunca o país esteve tão bem preparado para a época de fogos”, diz ministro do Ambiente


Até ao final do mês o Ministério do Ambiente terá limpo mais de mil hectares em torno das estruturas que tutela, em áreas protegidas e parques naturais. Destes, dois terços já estão limpos, garantiu o ministro João Matos Fernandes.

“Em torno das estações de tratamento de águas, das estações de tratamento de água residuais, dos aterros e de todas as infraestruturas que directa ou indirectamente dependem do Ministério do Ambiente, mais de mil hectares vão ser limpos até ao final de Maio. E dois terços, quase três quartos, dessa limpeza já foi feita”, afirmou o governante aos jornalistas, à margem da apresentação do estudo sobre as atitudes e comportamentos dos portugueses face à água, nesta terça-feira em Lisboa.

O governante acredita que o país está mais preparado do que em anos anteriores para a época de elevado risco de incêndio, fruto da “extraordinária adesão dos cidadãos” à limpeza das matas. “Do ponto de vista da prevenção estrutural nunca o país esteve, desde que eu tenho memória, tão bem preparado como está para esta época de fogos”, sublinhou.

De acordo com o ministro, decorre neste momento a limpeza nos parques naturais da Peneda-Gerês, Montesinho, Tejo e Douro internacionais e da Serra de São Mamede (onde a limpeza começou nesta segunda-feira).

Além da limpeza dos terrenos com a retirada de massa combustível, João Matos Fernandes destacou que a equipa responsável pela prevenção estrutural nas áreas que o ministério tutela – essencialmente parques naturais e áreas protegidas – vão também “repor aquilo que era o coberto arbóreo e a paisagem autóctone”.

Fonte: Publico

Sem comentários:

Enviar um comentário