Costa diz que Novo Comandante da Proteção Civil Merece Apoio Geral - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 8 de maio de 2018

Costa diz que Novo Comandante da Proteção Civil Merece Apoio Geral


O primeiro-ministro rejeitou esta terça-feira que a demissão do comandante da Proteção Civil, António Paixão, traduza imagem de caos no setor e defendeu que o novo nome escolhido, Duarte Costa, foi bem recebido, inclusive pela oposição. 

Esta posição foi assumida por António Costa depois de confrontado pelos jornalistas com a demissão do comandante da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o que levou o Governo a propor a sua substituição pelo coronel Duarte Costa. Falando aos jornalistas em Porto Salvo, concelho de Oeiras, após ter presidido à sessão de apresentação do novo simulador de pensões da Segurança Social, o primeiro-ministro disse ver "com satisfação que o novo comandante foi particularmente bem recebido, não só pelo presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, mas também pelos próprios partidos da oposição". 

"Obviamente que ninguém desejaria que motivos pessoais obrigassem o comandante nacional [António Paixão] a pedir a substituição. Está substituído, há um novo comandante nacional e vamos trabalhar", reagiu o líder do executivo. Perante os jornalistas, António Costa disse desconhecer motivos operacionais ou políticos inerentes ao pedido de demissão do anterior comandante da ANPC, dizendo que apenas conhece "a carta que enviou, que invoca exclusivamente razões pessoais". António Costa rejeitou igualmente que as sucessivas mudanças nos órgãos de cúpula da ANPC traduzam uma imagem de caos naquela entidade. "Não há qualquer caos, os processos estão em boa tramitação no Tribunal de Contas para que tudo esteja pronto a tempo e horas", respondeu, numa alusão ao processo de contratação de meios aéreos para o combate aos incêndios. 

"Segundo informação do ministro da Administração Interna [Eduardo Cabrita] já há um novo comandante, o coronel Duarte Costa, que é um oficial do Exército extremamente prestigiado, depois de o coronel Paixão ter pedido para cessar funções. É importante que esta substituição se faça rapidamente, visto que para o próximo dia 19 está previsto um exercício nacional envolvendo todos os diferentes agentes da Proteção Civil", acrescentou.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário