Mensagens Sobre Riscos em Carros de Bombeiros - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Mensagens Sobre Riscos em Carros de Bombeiros


Os Bombeiros de Albufeira avançaram com uma campanha de sensibilização da população sobre incêndios urbanos, fogos florestais e acidentes rodoviários. 

As mensagens a alertar para a necessidade de serem evitados comportamentos de risco foram colocadas, para já, em três veículos de socorro da corporação. António Zua Coelho, comandante dos bombeiros, explica que foram escolhidas áreas em que a corporação tem registado "um maior incremento da atividade operacional", mas já está a ser preparado o alargamento da campanha a outro tipo de veículos, com mensagens diferentes. 

"Estamos a lançar esta campanha num período em que se prevê uma maior afluência de pessoas ao nosso concelho [devido à Passagem de Ano] e, por isso, haverá também um aumento do risco. Queremos despertar consciências por esta via", explica o responsável operacional dos bombeiros. No que se refere aos acidentes rodoviários, "este é o ano com mais atividade operacional" registada pelos Bombeiros de Albufeira. Até ao final de novembro, já foram registadas cerca de 300 ocorrências, o que representa "mais 50 em comparação com o ano passado", explica António Zua Coelho. 

No que diz respeito aos incêndios urbanos, o comandante da corporação diz que não são tão "mediatizados como os florestais", mas a verdade é que são registados "por ano mais de 10 mil ocorrências no País, que provocam, em média, cerca de 60 vítimas mortais". António Zua Coelho salienta que este "não é um projeto pioneiro no País", adiantando que "os Bombeiros de Camarate [Lisboa] estão a usar este veículo de comunicação para ações de sensibilização e até para recrutamento".

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário