Fernando Curto: “Um dia destes, não vale a pena ter bombeiros e a GNR faz tudo" - VIDA DE BOMBEIRO

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Fernando Curto: “Um dia destes, não vale a pena ter bombeiros e a GNR faz tudo"


Associação Nacional de Bombeiros Profissionais reconhece competência a António Paixão, novo Comandante Nacional da Protecção Civil, mas considera que lugar deveria ser para um bombeiro.

É mais uma decisão que desvaloriza os bombeiros portugueses, diz a Associação Nacional de Bombeiros Profissionais comentando a escolha do coronel da GNR, António Paixão, para novo Comandante Nacional da Protecção Civil.

Fernando Curto contesta o que diz ser uma estratégia já habitual do Governo.

“Sistematicamente vemos oficiais da GNR a ocupar cargos de comando dos bombeiros portugueses. O Governo, com estas medidas e estas nomeações, tem ao longo dos anos desvalorizado os bombeiros. Não vejo um bombeiro a comandar uma brigada da GNR”, disse.

Apesar destas críticas, Fernando Curto reconhece mérito e competência a António Paixão.

“O coronel Paixão é uma pessoa extremamente competente, extremamente completa, uma pessoa a quem reconhecemos os maiores méritos na sua actividade enquanto militar, agora, a questão que se coloca é que um dia destes não vale a pena ter bombeiros em Portugal e o dispositivo da GNR faz tudo”, acrescenta.

António Paixão vai ser o próximo Comandante Nacional da Protecção Civil.

Fonte: Renascença

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________