Família desalojada após incêndio em Mirandela - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2024

Família desalojada após incêndio em Mirandela

 


Três pessoas ficaram desalojadas na aldeia de Vale de Salgueiro, em Mirandela, depois de um incêndio ter destruído parte da sua habitação, ao início da tarde desta segunda-feira. As chamas também destruíram uma outra casa, contígua, já antiga e desabitada.


O incêndio, que já já está dado como extinto, terá tido origem no exaustor da cozinha de uma habitação. “Quando os primeiros meios chegaram ao local, já uma das habitações estava tomada pelas chamas, com danos estruturais assinaláveis que deixa de ter condições de habitabilidade, deixando três pessoas desalojadas”, confirma o comandante dos bombeiros voluntários de Mirandela.


Os três desalojados estão agora a ser acompanhados pela proteção civil municipal de Mirandela e pelo presidente da junta de freguesia de Vale de Salgueiro, para encontrar uma solução provisória de alojamento


Luís Carlos Soares adianta que uma mulher de 55 anos (uma das desalojadas) sofreu ferimentos ligeiros. “Ao tentar combater o incêndio sofreu queimaduras num das mãos e teve de ser transportado ao hospital de Mirandela”, acrescenta.


O comandante sublinha ainda a enorme dificuldade no combate às chamas tendo em conta que as habitações situavam-se numa zona de difícil acesso às viaturas. Dada a proximidade de outras duas casas, também tiveram alguns danos “causados pelo fumo e pela água que foi utilizada na extinção do incêndio”, conclui o comandante.


No local, a combater as chamas estiveram 22 operacionais dos bombeiros voluntários de Mirandela e de Torre de Dona Chama, com o apoio de sete viaturas. Também militares da GNR de Mirandela estiveram no local a tomar conta da ocorrência.


JN

Sem comentários:

Enviar um comentário