Municípios do Planalto Mirandês Exigem VMER Face à Distância dos Hospitais - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 22 de dezembro de 2022

Municípios do Planalto Mirandês Exigem VMER Face à Distância dos Hospitais

 


A Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes (CIMTTM) reivindica a instalação de uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) na zona do Planalto Mirandês, cujos concelhos estão distantes dos três hospitais que servem o distrito. "O que dificulta a prestação de socorro nestes concelhos, tal como sucede em Vinhais", explicou o presidente daquela entidade, Jorge Fidalgo.


Face a esta realidade, defendem "ou outra VMER ou outras soluções que permitam o socorro imediato a populações que estão muito distantes dos três hospitais, nomeadamente do de Bragança, onde está a VMER", salientou o presidente da CIM frisando que "mesmo tendo um helicóptero do INEM [estacionado em Macedo de Cavaleiros] há situações em que este meio não vai, mas tem de haver um socorro rápido e imediato nesses territórios mais afastados".


Este problema foi colocado ao ministro da Saúde, Manuel Pizarro, durante uma reunião que teve lugar no Porto, na passada segunda-feira, a pedido dos autarcas da CIM. "Foi referido o problema da falta de médicos de saúde geral e familiar, uma vez que muitos estão a reformar-se no distrito, e a situação vai agravar-se", referiu o presidente da CIM e autarca de Vimioso.


Na mesma altura, os autarcas manifestaram a preocupação com a falta de médicos de algumas especialidades na Unidade Local de Saúde do Nordeste. "Nunca aceitaremos o encerramento da maternidade e dos serviços de Obstetrícia", acrescentou Jorge Fidalgo.


Manuel Pizarro prometeu aos autarcas que irá a Bragança na primeira quinzena de fevereiro reunir com a CIM "para verificar as situações e apresentar soluções que quer implementar no terreno".


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário