Évora já tem Equipa de Intervenção Permanente de bombeiros - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

sexta-feira, 22 de julho de 2022

Évora já tem Equipa de Intervenção Permanente de bombeiros

 


Nos termos do protocolo assinado entre a Câmara Municipal de Évora, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Évora e a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), e na sequência de despacho da diretora nacional de Bombeiros da ANPC, foi homologada a constituição da Equipa de Intervenção Permanente (EIP) do Corpo de Bombeiros de Évora, que entrou em funções nesta segunda-feira, 18 de julho.


A nova EIP é constituída por cinco elementos do corpo de bombeiros que, dotados de formação e qualificação adequada às suas funções, estão em alerta permanente para missões de socorro à população, designadamente em casos de incêndio, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os casos de acidentes ou catástrofes, incluindo socorro a náufragos, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré-hospitalar. Para além destas, as EIP estão ainda preparadas para cumprir missões de colaboração com outras entidades de proteção civil no âmbito das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.


A cerimónia marcou o início de funções da EIP, teve lugar no quartel dos Bombeiros Voluntários de Évora e contou com a presença de representantes de diversas entidades ligadas ao socorro e proteção civil, que cumprimentaram os elementos constituintes da nova EIP com desejo de felicidades no cumprimento da importante missão que lhes foi cometida.


A Câmara Municipal de Évora esteve representada pelo vice-presidente, Alexandre Varela, que deixou claro que “a entrada em funções desta equipa só agora foi possível porque finalmente foram criadas condições financeiras às entidades envolvidas para garantir o seu funcionamento”. O autarca assegurou ainda que, para além dos compromissos assumidos nos termos do protocolo, o Município “vai dar todo o apoio possível ao funcionamento deste importante instrumento de socorro à população”.

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________