Agência de Gestão de Fogos Admite Dificuldades nos Próximos Anos em Portugal - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

terça-feira, 5 de julho de 2022

Agência de Gestão de Fogos Admite Dificuldades nos Próximos Anos em Portugal

 


O presidente da Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais disse esta terça-feira que vão existir "sempre situações difíceis para administrar" no combate aos incêndios e manifestou ter dúvidas se o país estará preparado nos próximos anos.


"Relativamente à pergunta se estamos prontos para 2022, esta época, a próxima época ou em qualquer outra época vamos ter sempre situações difíceis para administrar, compete à Proteção Civil organizar os custos que foram colocados pelo Estado para que consiga adequar as prioridades e gerir os meios da melhor forma possível", disse Tiago Oliveira quando questionado pelo PSD sobre a atual época de incêndios.


O presidente da Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF) foi hoje ouvido na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, uma audição de apresentação do relatório de gestão integrada de fogos rurais de 2021.


Tiago Oliveira deu conta aos deputados que "não há dificuldades no SIRESP e na alocação dos meios aéreos", estando todos operacionais.


Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________