Feira Prepara Simulacro de Incêndio com 200 Operacionais - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

sexta-feira, 6 de maio de 2022

Feira Prepara Simulacro de Incêndio com 200 Operacionais

 


Cerca de 200 agentes de proteção civil do distrito de Aveiro vão levar a efeito um simulacro de incêndio rural, no sábado, em Santa Maria da feira. O exercício de grande dimensão inclui a evacuação da população de uma aldeia.


O simulacro, a decorrer nas freguesias de Canedo e Louredo, vai servir para aferir da capacidade de resposta integrada dos serviços municipais e agentes de proteção civil perante ocorrências em simultâneo.


Ao JN, o vereador da Proteção Municipal, Vítor Marques, explica que o exercício se realiza na maior mancha florestal do concelho, partindo do cenário de um incêndio de grandes dimensões que ocorre no lugar do Inha, em Canedo e que propagava rapidamente para Parada, em Louredo.


Para além do combate às chamas, irá ser testado o apoio às populações, integradas no "Aldeia Segura". Serão evacuados habitantes de Parada e de Rebordelo, duas aldeias com risco de incêndio muito elevado.


A população será concentrada nos locais definidos de refúgio, estando também prevista a retirada de pessoas com mobilidade reduzida.


Cerca de 16 pessoas com essas limitações, em Rebordelo, vão ser transportadas para a Escola EB 2,3 de Canedo.


Contudo, a organização vai recorrer, em alguns casos, a voluntários que vão "substituir" alguns dos cidadãos com mobilidade reduzida, evitando a estes moradores situações de stress e outras, consideradas desnecessárias.


Vítor Marques adianta, ainda, que vão também acrescentar ao cenário o capotamento de um veículo com três pessoas no seu interior e a simulação de um cidadão desaparecido em Rebordelo que, ao fugir do incêndio caiu numa rabina.


"Estamos a fazer o nosso dever. Testamos de forma preventiva os meios para uma situação que pode ser real e de forma a operacionalizar uma futura intervenção".


O autarca afirma que foi já anunciado à população o simulacro, lembrando que podem ocorrer alguns cortes de estradas e outros constrangimentos.


Hora: das 13 horas às 19 horas


Localidades envolvidas: Inha / Rebordelo [Canedo] e Parada [Louredo]


Posto de Comando: parque de estacionamento junto à Igreja do Vale


Condicionamento de trânsito: durante o período do exercício [gestão da GNR]


Contacto [informação/esclarecimentos]: 800 207 708


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________