Jovem em Estado Crítico Após Afogamento na Praia de Carcavelos, em Cascais - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

sábado, 16 de abril de 2022

Jovem em Estado Crítico Após Afogamento na Praia de Carcavelos, em Cascais

 


Um banhista de 20 anos saiu em estado muito crítico, ao final da tarde deste sábado, da Praia de Carcavelos para o Hospital de Cascais, após se ter afogado no mar. Um outro homem, da mesma idade, amigo da primeira vítima, foi estabilizado e apresentava ferimentos ligeiros. Tentou socorrer o amigo e foi ele a dar o alerta quando deixou de o ver na água.


O alerta foi dado às 18h40 e para o local foram mobilizados meios da Autoridade Marítima, bombeiros e INEM, que realizaram manobras de reanimação, injeções de adrenalina e oxigenoterapia à vítima mais grave. O seu estado, sabe o CM, era extremamente crítico.


Só neste sábado foram realizados oito salvamentos de banhistas na praia de Carcavelos, a somar aos sete ocorridos na Sexta-feira Santa.


A grande afluência às praias, com milhares de pessoas a encherem os areais, levou a Autoridade Marítima reforçar a vigilância e lança o alerta: o mar ainda é de inverno, frio, com forte agitação e agueiros.


A Autoridade Marítima aconselha população a adotar comportamentos de segurança. "?É importante ter em conta que o mar, nesta época do ano é um mar de inverno e apresenta um risco elevado devido aos efeitos da agitação marítima, apresentando também a sua morfologia alterada pelo efeito da ondulação forte que se verifica normalmente neste período do ano, criando nas praias zonas de fundões, declives acentuados, remoinhos e agueiros que não se encontram sinalizadas nesta altura do ano", avisa a Autoridade Marítima.


Nesta altura, as praias ainda não têm o dispositivo de vigilância e segurança montado na sua totalidade, o que leva a que a "resposta a uma situação de socorro poderá ser demorada, pelo que a população deverá ter um comportamento adequado e responsável, não se colocando em situações de risco."


Além do reforço de vigilância já adotado, a Autoridade Marítima deixa recomendações: vigiar permanentemente as crianças e não permitir que se afastem, mantendo-as sempre próximas de um adulto; evitar comportamentos de risco, não se aproximando da água ou caminhar na areia molhada. Não vire as costas ao mar e ofereça sempre uma distância de segurança em relação à linha de água, evitando ser surpreendido por uma onda; caso testemunhe uma situação de perigo dentro de água, não entrar e pedir ajuda através do 112.


Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________