Bombeiros Voluntários de Cantanhede retomam transportes não urgentes - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

quinta-feira, 31 de março de 2022

Bombeiros Voluntários de Cantanhede retomam transportes não urgentes

 


Os Bombeiros Voluntários de Cantanhede vão retomar o transporte de doentes não urgentes, que haviam interrompido a 15 de março devido ao aumento dos preços dos combustíveis, revelou hoje ao Notícias de Coimbra o presidente da Associação Humanitária.


Adérito Machado considera que dados os “vários desenvolvimentos” da temática pela Federação Distrital dos Bombeiros de Coimbra e com o novo Governo, os Bombeiros de Cantanhede vão “dar continuidade ao serviço” de transporte.


A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede diz-se “sensível ao impacto negativo e ao transtorno que a suspensão dos transportes não urgentes origina no dia a dia de todos os que dependem dos bombeiros para se deslocar a consultas e tratamentos”.


O objetivo da suspensão do serviço foi, segundo Adérito Machado, “despertar o Estado e as entidades competentes para uma situação insustentável tanto para esta, como para todas as Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do país”.


Os Bombeiros Voluntários de Cantanhede vão retomar o transporte de doentes não urgentes, que haviam interrompido a 15 de março devido ao aumento dos preços dos combustíveis, revelou hoje ao Notícias de Coimbra o presidente da Associação Humanitária.


Adérito Machado considera que dados os “vários desenvolvimentos” da temática pela Federação Distrital dos Bombeiros de Coimbra e com o novo Governo, os Bombeiros de Cantanhede vão “dar continuidade ao serviço” de transporte.


A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede diz-se “sensível ao impacto negativo e ao transtorno que a suspensão dos transportes não urgentes origina no dia a dia de todos os que dependem dos bombeiros para se deslocar a consultas e tratamentos”.


O objetivo da suspensão do serviço foi, segundo Adérito Machado, “despertar o Estado e as entidades competentes para uma situação insustentável tanto para esta, como para todas as Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do país”.


BombeirosTV

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________