Alto Minho Assolado por Incêndios Florestais, Fogo Obriga a Cortar EN301 - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

segunda-feira, 31 de janeiro de 2022

Alto Minho Assolado por Incêndios Florestais, Fogo Obriga a Cortar EN301

 


Na tarde desta segunda-feira, deflagraram quatro incêndios no Alto Minho, que ainda se encontram ativos, cerca das 20:20. O maior, em Arcos de Valdevez, obrigou ao corte da Estrada Nacional 301. Ao que O MINHO apurou, nenhum dos incêndios ameaça habitações, estando a lavrar em zona de mato.


O incêndio que está a mobilizar mais meios é em Padroso, Arcos de Valdevez, que, à hora de edição desta notícia, tinha no terreno 39 operacionais apoiados por 15 meios terrestres, de acordo com a Proteção Civil.


O incêndio deflagrou por volta das 13:30 e obrigou ao corte na EN301 que, pelas 20:30, mantinha-se vedada ao trânsito.


Está igualmente ativo um incêndio em Valença, zona de Gondomil e Safins, que está a mobilizar onze operacionais e cinco viaturas terrestres.


O alerta para este incêndio foi dado às 17:45 e, apenas quatro minutos depois, de acordo com a Proteção Civil, deflagrou um outro em Monção, zona de Anhões e Luzio, a ser combatido por 11 operacionais e quatro viaturas.


Por fim, pelas 19:26, foi dado alerta para um incêndio que deflagrou em Paredes de Coura, localidade de Formariz e Ferreira, que está a ser combatido por 15 operacionais apoiados por cinco meios terrestres.


Recorde-se que, como O MINHO noticiou, esta tarde foi dominado um incêndio que lavrava desde ontem em Viana do Castelo, e no qual permanecem os bombeiros a consolidar o rescaldo.


Fonte: O Minho

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________