Registados 7610 fogos que consumiram 27 118 hectares de área ardida este ano - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Registados 7610 fogos que consumiram 27 118 hectares de área ardida este ano

 


Os 7610 incêndios rurais que deflagraram desde o início do ano consumiram 27.118 hectares, registando 2021 o menor número de fogos e o segundo melhor em área ardida da última década, indicou hoje o Ministério da Administração Interna.


Em comunicado, o Ministério da Administração Interna (MAI) dá conta dos números provisórios de incêndios rurais até 15 de outubro, destacando que "o ano de 2021 regista o menor número de incêndios desde 2011 e o segundo menor da década no que diz respeito à área ardida".


Os dados do Ministério tutelado por Eduardo Cabrita referem que este ano os incêndios rurais diminuíram 16,3% em relação a 2020 e a área ardida desceu 58,8% e precisam que entre 2018 e 2021 "registaram-se quatro dos cinco anos melhores anos da década no que diz respeito ao número de ocorrências e também no que concerne ao total de área ardida".


Segundo o MAI, 83% dos fogos tiveram uma área ardida inferior a um hectare, registando-se 30 ocorrências com uma área ardida igual ou superior a 100 hectares e apenas dois com área ardida igual ou superior a mil hectares.


"A percentagem de incêndios dominados no ataque inicial (primeiros 90 minutos da ocorrência) situa-se acima dos 92%, indicador que demonstra a adequação do Dispositivo Especial de Combates a Incêndios Rurais e o trabalho de todos os agentes de proteção civil envolvidos no combate aos incêndios rurais", refere o Ministério.


O MAI recorda que devido às previsões meteorológicas, que continuam favoráveis à ocorrência e desenvolvimento de incêndios rurais, o ministro da Administração Interna prorrogou, até 31 de outubro, o dispositivo terrestre de combate a incêndios rurais nos corpos de bombeiros "de modo a assegurar a manutenção de um dispositivo de resposta adequado ao risco de incêndio rural".


O dispositivo terrestre é constituído por 3.933 bombeiros, correspondendo a 798 equipas, apoiados por 848 veículos, que complementam o dispositivo permanente terrestre e os 41 meios aéreos que se mantêm ao serviço até ao final de outubro.


Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________