Morreram 10 Pessoas nas Estradas Portuguesas em Apenas Cinco Dias - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Morreram 10 Pessoas nas Estradas Portuguesas em Apenas Cinco Dias

 


A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) revelou, esta quarta-feira, num comunicado conjunto com a GNR e PSP, que entre os dias 1 e 5 de outubro 10 pessoas morreram nas estradas portuguesas nos 1.592 acidentes que foram registados.


Além das vítimas mortais, 26 pessoas ficaram feridas com gravidade e 534 sofreram ferimentos leves. 


Relativamente ao período homólogo de 2020, verificaram-se mais 127 acidentes, mais seis vítimas mortais, mais um ferido grave e 128 feridos leves.


'Taxa Zero ao Volante'


Entre 1 e 5 de outubro, esteve a decorrer a campanha de segurança rodoviária 'Taxa Zero ao Volante', da responsabilidade da ANSR, PSP e GNR, com o objetivo de alertar os condutores e todos os ocupantes dos veículos para os riscos de condução sob influência do álcool.


Durante as operações das forças de segurança, no âmbito desta campanha, foram fiscalizados 31.779 veículos, tendo sido registado um total de 5.517 infrações, das quais 567 relativas à condução sob o efeito do álcool.


Durante a campanha foram ainda sensibilizados cerca de 400 condutores e passageiros, a quem foram transmitidas as seguintes mensagens:


Com uma taxa de álcool no sangue de 0,5 g/l o risco de sofrer um acidente grave ou mortal duplica;

Os acidentes que decorrem da condução sob a influência do álcool são particularmente graves;

Conduzir sob a influência do álcool causa perturbações ao nível de aspetos cognitivos e do processamento de informação que acarretam, entre outros efeitos, uma menor capacidade e rapidez de decisão, aumento do tempo de reação e descoordenação de movimentos.


Fonte: Lusa

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________