Fábrica de Produtos de Limpeza de Leiria Arde Duas Vezes no Mesmo Dia - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

sábado, 30 de outubro de 2021

Fábrica de Produtos de Limpeza de Leiria Arde Duas Vezes no Mesmo Dia

 


A Polícia Judiciária está a investigar a origem de dois incêndios num armazém de detergentes e desinfetantes, na freguesia dos Marrazes, em Leiria, que deflagraram pouco depois da 1 hora da manhã e antes das 9 horas, apurou o JN. O fogo causou um ferido.


Mário Gomes, segundo-comandante dos Bombeiros Voluntários de Leiria (BVL), confirma que após ter ocorrido um primeiro incêndio, depois da 1 hora da manhã, que foi extinto pela corporação, houve um reacendimento, antes das 9 horas. "À nossa segunda chegada, o armazém já estava tomado pelas chamas."


"Ardeu o interior e uma parte do exterior também ficou danificada, devido a alta temperatura", esclareceu o segundo-comandante dos BVL. Nesta fase, as operações encontram-se em fase de "conclusão", embora permaneçam no local cerca de 30 operacionais, para se certificarem que não há mais reacendimentos.


"Vamos proceder à limpeza do interior, para ver se ainda há alguma coisa a arder, através da remoção dos destroços", explica o coordenador das operações. O incêndio industrial provocou ferimentos na face ao proprietário da Kimmy Portugal, que foi conduzido pelo INEM ao Hospital de Santo André, em Leiria.


"O proprietário ficou com queimaduras com alguma relevância", assegura o presidente da União Freguesias dos Marrazes e Barosa, Paulo Clemente. Localizada na Rua do Outeiro do Pomar, a Kimmy Portugal funcionava há cerca de um ano naquelas instalações, onde antes existia uma empresa de camionagem.


Comandante do Centro Distrital de Operações de Socorro de Leiria, João Nuno Soares revelou ao JN que chegaram a estar envolvidos no combate às chamas 40 operacionais e 16 viaturas. Além dos BVL, estiveram envolvidas nas operações as corporações dos Voluntários da Maceira, da Ortigosa, da Batalha e os Bombeiros Sapadores de Leiria.


Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________