Bombeiros Suspendem Venda de Imóvel Doado por Benemérita - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

terça-feira, 15 de junho de 2021

Bombeiros Suspendem Venda de Imóvel Doado por Benemérita

 


A direção dos bombeiros de Freixo de Espada à Cinta suspendeu a venda de um imóvel doado por uma benemérita, situado em Ligares, após consenso com a Junta de Freguesia, disse hoje à Lusa o presidente da instituição.


"Em assembleia geral, ficou decidido suspender a venda do imóvel e encontrar soluções para a recuperação do imóvel ", explicou o presidente daquela associação humanitária do distrito de Bragança, Edgar Gata.


De acordo com o responsável foi possível chegar a um acordo entre a freguesia e a associação humanitária para estabelecer um protocolo que salve o imóvel "para lhe dar uma utilização condigna".


"A casa está em ruínas e tem de se fazer alguma coisa para evitar danos maiores", indicou Edgar Gata.


Por seu lado, o presidente da Junta de Freguesia de Ligares, Ademar Bento, disse que a autarquia a que preside está disposta a colaborar na recuperação da casa "e dar-lhe utilidade que sirva toda a aldeia".


"Marcámos presença na Assembleia Geral da Associação de Bombeiros e chegámos a um acordo de suspender a venda do imóvel e arranjar forma de manter a casa em bom estado de conservação. Teremos agora de encontrar soluções", vincou o autarca.


A casa tem de área coberta cerca de 400 metros e, no seu conjunto, a propriedade, situada no centro da aldeia de Ligares, no distrito de Bragança, tem uma área de 900 metros quadros.


Habitantes daquela aldeia de Ligares do concelho de Freixo de Espada à Cinta mostraram-se indignados, na semana passada, com a possibilidade de venda da habitação, que foi deixada aos bombeiros locais pela benemérita para aí construir um museu com motivos referentes ao corpo de bombeiros e outras curiosidades.


O testamento foi lavrado no Cartório Notarial de Freixo de Espada à Cinta, em 25 de julho de 2003.


No entanto, a AHBVFEC emitiu um aviso público, em 04 de maio de 2021, em que referia estar "aberta a receber propostas de possíveis interessados na aquisição do imóvel, situado na Rua da Amargura, em Ligares".


Perante este anúncio, habitantes locais demonstram indignação e surpresa com a decisão tomada pela direção do AHBVFEC, porque garantem que a casa foi doada pela benemérita para aí se instalar um museu, como ainda se pode ler numa placa de metal colocada na varanda central do edifício.


Em 16 de julho de 2020, a assembleia geral da AHBVFEC aprovou, por unanimidade, colocar o imóvel à venda através de propostas.


Na ocasião, em declarações à Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Ligares, Ademar Bento, indicou que a aldeia vivia um sentimento de indignação total face ao anúncio da venda casa da benemérita Veneranda Martins.


O autarca justificava que está tudo escrito na placa que se encontra na varanda do imóvel e o que está em testamento.


"A Junta de Freguesia está disposta, dentro das suas possibilidades, a ajudar a salvar o imóvel", disse.


Uma herança inesperada recebida em 2010 transformou os bombeiros de Freixo de Espada à Cinta em empresários agrícolas, dispostos a tirar da terra o "desafogo financeiro" já que, para além de dois imóveis, a benemérita deixou terras agrícolas com mais de 50 hectares, nas quais ao longo dos anos foram plantadas várias culturas. Estes terrenos servirão de hipoteca a um empréstimo bancário pedido pela AHBVFEC.


Outro dos bens recebidos foi uma casa em Cascais, distrito de Lisboa, cuja renda, segundo o testamento, deveria reverter a favor dos bombeiros. Esta moradia acabou por ser vendida pelo tribunal devido a uma dívida da associação a um empreiteiro.


Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________