VALENÇA/CERVEIRA: BOMBEIROS RECEBERAM EQUIPAMENTO PARA INTERVENÇÃO EM DERRAMES DE MATÉRIAS PERIGOSAS - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 27 de maio de 2021

VALENÇA/CERVEIRA: BOMBEIROS RECEBERAM EQUIPAMENTO PARA INTERVENÇÃO EM DERRAMES DE MATÉRIAS PERIGOSAS

 


Os Bombeiros Voluntários de Valença e os Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira receberam um conjunto de equipamentos e materiais para uma atuação mais eficaz e adequada de eventuais situações de derrame de matérias perigosas.


A entrega aconteceu esta terça e quarta-feira, e contou com a presença dos respetivos presidente de Câmara e de uma representante da CIM Alto Minho.


A entrega destes kits resulta de uma candidatura da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), em articulação com os dez municípios do Alto Minho e com a Federação de Bombeiros do Distrito de Viana do Castelo, ao programa ARIEM. + Assistência Recíproca Inter-regional em Emergências e Riscos Transfronteiriços, e cujo objetivo passa pela definição de um plano territorial de emergências transfronteiriças e pela criação de uma rede unificada de comando operacional para a gestão de recursos humanos e materiais em situações de risco que permitam, em conjunto, melhorar a

gestão e a coordenação efetiva de emergências.


“A capacidade de atuação dos nossos bombeiros depende de estarem apetrechados com os meios necessários para proteger os seus operacionais e as nossas populações com eficácia e prontidão”, realçou o presidente da Câmara de Valença, Manuel Lopes.


Por sua vez, o edil cerveirense, Fernando Nogueira, sublinhou “a mais valia da especificidade do material adquirido pelo contexto do concelho, isto é, por um lado, a realidade industrial e, por outro lado, as vias de comunicação terrestres, como a proximidade à A3 e à A28, e os constrangimentos provocados pelo não prolongamento da A28 para Norte de Vila Nova de Cerveira, que permitiria aliviar o tráfego, especialmente de veículos pesados de mercadorias que transitam na EN13, muitos dos quais com matérias potencialmente perigosas para as pessoas e para o ambiente”.


Dos kits entregues aos soldados da paz  constam vários equipamentos de proteção individual para os operacionais, assim como absorventes, filtros, sistemas de contenção, detetores, materiais hidrofóbicos, entre outros materiais.


A presente candidatura da CIM Alto Minho permitiu apetrechar as 12 corporações de bombeiros do distrito ou com kits de apoio a operações de resgate e salvamento em grande ângulo ou com kits para intervenção em derrames de matérias perigosas, num investimento global de cerca de 165 mil euros.


De sublinhar que o foi ainda desenvolvido em parceria com a Agência Galega de Emergências (AXEGA), na qualidade de beneficiário principal, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), a Direção Geral do Meio Natural – Junta de Castilla e León, a Guarda Nacional Republicana (GNR) e o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).


Fonte: Radio Vale do Minho

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________