Subida da Temperatura Despoleta Incêndios Florestais - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 28 de março de 2021

Subida da Temperatura Despoleta Incêndios Florestais

 


O aumento da temperatura do ar e o tempo mais seco já fizeram despoletar alguns focos de incêndio nas matas da região, como é o caso do que foi controlado, ao início da tarde, pelos Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira na zona florestal que envolve os limites territoriais de Modelos e Ferreira. 


Um pequeno incêndio facilitado pela enorme lixeira a céu aberto que vem crescendo naquela zona, que serve de depósito ao mais variado tipo de lixo, como é o caso de pneus usados e que estavam próximo do local onde despoletaram as chamas. O incêndio foi rapidamente controlado por duas viaturas dos Bombeiros, mas serve de alerta para o panorama que poderemos encontrar com a chegada do período de risco elevado, que poderá ser agravado pela recente medida do Governo de ampliar o prazo para limpeza das matas.


Governo prolonga limpeza até 15 de maio


O Governo decidiu prolongar o prazo para a limpeza das matas nas faixas de gestão de combustíveis até 15 de maio, justificando-se com as condições meteorológicas e o confinamento geral devido à pandemia de Covid-19. O prazo normal é até 15 de março, mas foi adiado por dois meses, sendo que as Câmaras Municipais terão até ao final de maio para intervir nas faixas de gestão de combustíveis em substituição dos proprietários em incumprimento.


A gestão de combustíveis é feita numa faixa de 50 metros à volta de casas e edificações, numa área de 100 metros à volta dos aglomerados populacionais, parques de campismo e zonas industriais, e numa margem de 10 metros junto às redes viárias em zonas florestais.


A falta de limpeza das matas implica o pagamento de coimas que podem ir de 280 euros aos 10 mil euros (para particulares) e dos 3 mil euros aos 120 mil euros (para empresas).


Fonte: Imediato

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________