Bombeiros Famalicenses Lamentam "Falta de Diálogo e Lealdade Institucional" - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 5 de março de 2021

Bombeiros Famalicenses Lamentam "Falta de Diálogo e Lealdade Institucional"

 


Os Bombeiros Famalicenses lamentam a "falta de diálogo e de lealdade institucional" quanto à decisão de instalação de uma Base de Apoio Logístico regional na freguesia de Bairro.


A direção da corporação aprovou um voto de censura pela forma como o processo se desenrolou e foi orientado pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e pela Câmara Municipal de Famalicão.


"A legitimidade na decisão não justifica o atropelo dos princípios fundamentais de convivência, mesmo que institucional", acrescenta a corporação em comunicado. "Lamentamos que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Famalicenses tenha sido a última a saber das intenções da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e da recetividade e disponibilidade da Câmara Municipal em Deslocalizar esta valência", acrescentam os Famalicenses, que dizem que a decisão lhes foi transmitida no passado dia 2.


Segundo o documento, a base de apoio logístico dos Bombeiros Famalicenses, "ao serviço há várias décadas, sempre foi uma valência distrital mas que serviu o norte do país, sempre que necessário".


"O bom desempenho" desta estrutura "foi sublinhado recentemente" pelo comandante Regional de Proteção Civil em reunião no quartel dos Famalicenses "no passado dia 2 do corrente mês".


No mesmo comunicado, a corporação de bombeiros diz que "ficam prejudicados todos os investimentos feitos por este corpo de bombeiros, designadamente no ano de 2020 em que muito se investiu dada a pandemia em curso".


Por outro lado, notam que fica "comprometida a viabilidade económica do equipamento previsto para Outiz que foi atempadamente aprovado pela Câmara Municipal e recebeu pareceres e elogios favoráveis de ministros, três secretários de estado, Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Escola Nacional de Bombeiros, Liga dos Bombeiros Portugueses e Federação dos Bombeiros do distrito de Braga".


Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________