Tâmega e Sousa Limpou Cerca 250 Hectares de Floresta em 2020 - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Tâmega e Sousa Limpou Cerca 250 Hectares de Floresta em 2020

 


As duas brigadas de sapadores florestais da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa limparam cerca de 250 hectares de mancha florestal, em 2020, nos 11 municípios do território, informou hoje aquela entidade.


As ações tiveram como objetivo a diminuição do risco de incêndio na região e os trabalhos foram desenvolvidos em articulação com os gabinetes técnicos florestais dos e com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).


As ações decorreram, principalmente, nas áreas com maior vulnerabilidade aos incêndios, por corresponderem a manchas florestais ou pela sua proximidade a estas, segundo a CIM.


Das ações de silvicultura preventiva, a mesma fonte destaca a intervenção com fogo controlado em cerca de 65 hectares da serra de Matos, em Baião (Porto), dando cumprimento ao Plano Nacional de Fogo Controlado definido para essa rede primária.


Esta ação foi executada pela primeira Brigada de Sapadores Florestais, que participou, também, no projeto-piloto Mecanismo de Apoio à Realização de Queimadas (MARQ), em parceria com a Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais, o ICNF e o município de Cinfães (Viseu).


De acordo com a CIM, o projeto procura "sensibilizar e apoiar os pastores na realização de queimadas em áreas de silvo pastorícia e contribuir para a redução da área ardida de forma desregulada durante o verão".


A ação decorreu na serra de Montemuro, em Cinfães, onde foram queimados, de forma controlada, cerca de 20 hectares de área de pastoreio.


A primeira Brigada de Sapadores Florestais participou, ainda, em 20 ações de combate aos incêndios e de rescaldo, nomeadamente nos concelhos de Baião, Cinfães, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira e Penafiel.


Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________