Farmacêutico Denunciante do Golpe de Vacinas Afastado do INEM - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Farmacêutico Denunciante do Golpe de Vacinas Afastado do INEM

 


O responsável pela Unidade Pré-hospitalar dos Serviços Farmacêuticos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), Nuno Ferreira, foi afastado do cargo na sequência de ter colocado questões à direção do instituto sobre eventuais irregularidades na administração da segunda dose da vacina contra a Covid-19, avança o ‘Correio da Manhã’ (CM).


O sucedido está relacionado com a suposta administração indevida de vacinas por parte do INEM aos proprietários e funcionários da pastelaria São Jorge, no Porto, localizada ao lado do organismo, bem como do proprietário do Transturística, um restaurante nas imediações.


Segundo a mesma publicação, os serviços farmacêuticos do INEM não foram incluídos no planeamento e administração da toma da primeira dose da vacina, no início do mês passado, fazendo com que o seu uso indevido não fosse imediatamente detetado.


O que acontece é que, desta vez, Nuno Ferreira insistiu que os farmacêuticos deveriam estar inseridos na segunda toma, ao contrário do que aconteceu na primeira, questionando por que motivo isso não se verificou. Esta insistência levou à descoberta do esquema e ao afastamento do responsável, explica o ‘CM’.


Para além do afastamento de Nuno Ferreira, a descoberta originou também a demissão de António Rui Barbosa, responsável pela delegação do Norte do INEM, que adiantou, na altura em que tudo foi descoberto, que apenas administrou as tais doses ao pessoal da pastelaria, porque havia doses a mais e se não fossem usadas iriam ser deitadas para o lixo.


O ‘CM’ revela ainda que Nuno Ferreira estava nos quadros do Infarmed, como inspetor, ainda que agora desempenhasse funções no INEM. Ontem foi informado por telefone que seria afastado do organismo, retomando o trabalho no Infarmed. «Foi entendimento do Instituto fazer cessar a mobilidade», explica o INEM sem divulgar os motivos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________