A História do Bombeiro Português que Luta Contra Doença Incurável - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________

sábado, 6 de fevereiro de 2021

A História do Bombeiro Português que Luta Contra Doença Incurável

 


Bombeiro de profissão, Orlando Silva, carinhosamente tratado por Lando, integra o Corpo de Mergulhadores da Companhia de Intervenção Especial do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pai de duas meninas, de 4 e 5 anos, o Lando era um homem ativo, desportista e enérgico, até que, de um dia para o outro, tudo mudou. Foi em maio de 2020, já em plena pandemia, que uma dor persistente na perna denunciou que algo não estava bem e, após incontáveis consultas e exames médicos, o diagnóstico finalmente chegou.


“Não parecia real”


Orlando Silva foi diagnosticado aos 38 anos com Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), uma doença neurológica degenerativa que afeta os neurónios motores. “Na altura nem percebi bem o que se estava a passar, não parecia real”, recorda Marta Santos, mulher de Lando, em conversa com a Men’s Health.


A ELA é uma doença progressiva que faz com que neurónios motores – que conduzem a informação do cérebro até aos músculos – morram precocemente, enfraquecendo os músculos que nos fazem mexer.


De acordo com a Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica (APELA), esta doença tem um forte impacto na qualidade de vida dos doentes que, como o Lando, vão perdendo gradualmente as suas faculdades motoras, impossibilitando a realização de tarefas básicas do quotidiano, como andar, falar ou comer. Estima-se que 10% dos casos sejam de causa genética, sendo que a maioria dos fatores de origem da doença permanecem desconhecidos aos olhos da ciência.


“Agora é bola para a frente”


Embora tenha perdido toda a mobilidade num espaço de meses, e viva agora completamente dependente de terceiros, o Lando encara cada dia com uma força e coragem avassaladoras. O apoio incansável da família e amigos ajuda a atenuar a incerteza do futuro, que representa apenas mais uma batalha para um guerreiro à altura do desafio.


“Vivemos a vida de uma forma positiva, ele brinca com a doença e não nos deixa ir abaixo”, afirma Marta Santos.


Ao longo do tempo em que exerceu como bombeiro, Orlando Silva dedicou-se a ajudar os outros e a salvar vidas. Agora, mais do que nunca, é ele quem precisa de todos. “O próximo passo é conseguir um veículo adaptado para facilitar as idas à fisioterapia e à terapia da fala, além de também nos permitir passear em família, como costumávamos fazer”, conclui.


Portugal solidário


Até ao momento, o grupo de apoio Juntos pelo Lando, constituído maioritariamente por família e amigos próximos, já angariou fundos para uma cama, uma grua, uma cadeira e um computador, este último para permitir a Lando comunicar mais facilmente. Mas qualquer pessoa pode também dar o seu contributo e toda a informação está disponível tanto no Instagram como no Facebook.


É nas redes sociais que Orlando e Marta vão relatando os desafios da doença e angariando cada vez mais fundos para melhorar a qualidade de vida do ex-bombeiro. Algumas celebridades como Virgul, Micaela e Jel já mostraram publicamente o seu apoio a esta causa.


Pode ainda não existir uma cura para ELA, mas o caso do Lando é a prova viva de que é sempre possível devolver algum conforto e qualidade de vida aos que dela sofrem.


Fonte: https://menshealth.pt/

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________