Governo Declara Situação de Alerta Devido ao Risco de Incêndio - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sábado, 5 de setembro de 2020

Governo Declara Situação de Alerta Devido ao Risco de Incêndio


O governo declarou esta sexta-feira a situação de alerta, em 14 distritos, por causa do agravamento do risco de incêndios florestais, nos próximos dias.

O alerta terá início às 00h00 de domingo, dia 6, e prolonga-se até às 23h59 do dia 8, terça-feira. São abrangidos os distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

Entre outras medidas, dica proibido o "acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais" mais sensíveis, bem como nos caminhos que os atravessem. São ainda proibidas as queimadas e queimas de sobrantes e o uso de qualquer fogo-de-artifício ou artefacto pirotécnico.

O governo decreta ainda a proibição dos trabalhos nos espaços florestais e rurais com recurso a maquinaria.

GNR e PSP vão elevar o "grau de prontidão e resposta operacional", reforçando meios para vigilância, fiscalização e patrulhamentos dissuasores. Para tal é "autorizada a interrupção da licença de férias e a suspensão de folgas e períodos de descanso". É ainda aumentado o "grau de prontidão e mobilização de equipas de emergência médica, saúde pública e apoio psicossocial".

Bombeiros voluntários ficam com "dispensa de serviço" ou "justificação das faltas", do setor público ou privado.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________