OMS Espera que a Pandemia Desapareça Dentro de Dois Anos - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

OMS Espera que a Pandemia Desapareça Dentro de Dois Anos


Tedros Adhanom Ghebreyesus disse esta sexta-feira que espera que a pandemia da covid-19 se dissipe dentro de dois anos. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) deu o exemplo da gripe espanhola de 1918 que desapareceu em dois anos.

"A nossa situação agora com mais tecnologia, e obviamente com mais conexão, o vírus tem melhores hipóteses de se espalhar, e de se mover depressa", disse o responsável da OMS. Tedros Ghebreyesus garantiu ainda assim que o mundo tem os instrumentos necessários para parar a pandemia.

Alguns países conseguiram baixar o nível de transmissão do SARS-CoV-2, mas o diretor-geral da OMS disse, em conferência de imprensa, que o "progresso não significa vitória". Em alguns países foram registados surtos da doença nas últimas semanas, - na Europa, por exemplo, os números subiram à boleia do desconfinamento e de algum descuido da população mais jovem.

Outros territórios, como a Nova Zelândia e o Vietname, tiveram longos períodos sem novos casos, mas pontualmente voltaram a aparecer infetados com o novo coronavírus. "Estes países são um alerta para outros que estão a registar uma descida do número de casos", afirmou.

Quanto à tão esperada vacina, Tedros Ghebreyesus advertiu que não há garantia que esta imunização seja encontrada, nem que ponha termo à pandemia. "Temos de aprender a controlar o vírus com as ferramentas que temos agora e fazer as mudanças necessárias no nosso dia-a-dia para nos protegermos", concluiu.

O diretor-executivo do Programa de Emergências de Saúde da OMS, Mike Ryan, lembrou na mesma conferência de imprensa, apoiando-se na História, que os vírus respiratórios pandémicos se tornam sazonais com o passar do tempo.

Segundo um balanço da agência de notícias AFP, pelo menos 793 847 mil pessoas morreram com covid-19 e mais de 22,7 milhões ficaram infetadas em todo o mundo.

Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________