Incendeia Apartamento com a Mãe a Dormir e Agride Bombeiros que o Salvaram - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Incendeia Apartamento com a Mãe a Dormir e Agride Bombeiros que o Salvaram


Um homem incendiou um apartamento com a mãe a dormir, esta madrugada de quinta-feira, em Braga. Munido de uma tesoura, agrediu os bombeiros que o salvaram.

Um homem, de 50 anos, com historial de violência doméstica, ateou fogo a um colchão no quarto onde dormia, cerca da 1.30 horas da madrugada desta quinta-feira, e fugiu para a marquise, na zona oposta da habitação. A mãe acordou e escapou ilesa às chamas.

À chegada ao local os Bombeiros Sapadores de Braga foram avisados pelos vizinhos de que havia uma vítima no interior da casa, na rua Engenheiro Justino Amorim, na freguesia de São Victor, em Braga.

Assim que chegaram à marquise do apartamento, os bombeiros foram atacados pelo homem, que empunhava uma tesoura de cozinha. Um bombeiro ficou ferido e teve de ser transportado para o Hospital de Braga, assim como o incendiário, este por inalação de fumo.

O incêndio foi rapidamente extinto e os moradores puderam voltar para as suas habitações cerca das 3.15 horas. A PSP acorreu ao local com grande efetivo e identificou o incendiário.

Foram mobilizados meios dos Bombeiros Sapadores de Braga (nove operacionais, quatro viaturas), dos Bombeiros Voluntários de Braga (dois operacionais, uma viatura) a VMER de Braga (dois tripulantes) e PSP de Braga, que enviou para o local dois carros patrulha, uma Equipa de Intervenção Rápida (EIR) e uma equipa da Esquadra de Investigação Criminal (EIC).

Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________