Detidos pela PJ suspeitos de atearem fogos em Moimenta da Beira e Fafe - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 23 de julho de 2020

Detidos pela PJ suspeitos de atearem fogos em Moimenta da Beira e Fafe


O suspeito de Moimenta da Beira terá agido num quadro de vingança, enquanto que em relação ao suspeito do incêndio de Fafe, ainda são desconhecidas as suas motivações.

Os suspeitos de terem ateado incêndios em área florestal, em Moimenta da Beira e em Fafe foram detido pela Polícia Judiciária. 

No caso do suspeito de Moimenta da Beira, o incêndio ocorreu no dia 13 de julho, cerca das 00h15, e consumiu área de mancha florestal constituída, maioritariamente, por mato e pinheiro bravo.

De acordo com a força de segurança, o foco de incêndio colocou em perigo uma vasta mancha florestal, bem como de vários armazéns e habitações, de valor consideravelmente elevado.

Em comunicado enviado às redações, a PJ detelha que o suspeito, de 33 anos de idade, madeireiro, terá agido num quadro de vingança sobre o proprietário do terreno.

O detido vai entretanto ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Foi igualmente detido fora de flagrante delito o presumível autor de um incêndio florestal que ocorreu no dia 13 de julho, numa freguesia do concelho de Fafe.

Detalha a força de segurança que as chamas foram ateadas "num terreno amplo essencialmente povoado por vegetação herbácea e arbustiva, com longa continuidade horizontal de combustíveis e inserido em zona habitacional, tendo ardido cerca de 500m2".

O detido é um homem com 51 anos de idade, serralheiro e residente na freguesia onde ateou o incêndio, que será presente a primeiro interrogatório para aplicação de medidas de coação. Desconhece-se, até ao momento, a motivação do arguido.

Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________