Bombeiros de Benavente louvados pelo trabalho realizado na missão em Moçambique - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 9 de julho de 2020

Bombeiros de Benavente louvados pelo trabalho realizado na missão em Moçambique


O Ministério da Administração Interna louvou esta quinta-feira, 9 de Julho, os bombeiros e agentes da Protecção Civil, que em Março de 2019, participaram numa missão humanitária, de apoio à população afectada pelo ciclone Idai, que varreu parte do território moçambicano.

“Na sequência da catástrofe provocada pelo ciclone tropical IDAI em Moçambique, no ano de 2019, foi enviada por Portugal uma Força Conjunta (FOCON) da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) que participou, de 22 de março a 2 de abril, na operação de ajuda humanitária naquele país amigo”, começa por referir o Ministro Eduardo Cabrita, que prossegue, “os elementos da FOCON cumpriram de forma pronta e exemplar as missões atribuídas no esforço nacional e internacional de ajuda ao povo de Moçambique, em que revelaram grande dedicação e empenho, fatores que, conjugados com uma postura flexível e proactiva, permitiram ao comando da Força a sua projeção e envolvimento em múltiplas tarefas, designadamente no transporte de alimentação, água potável e diversos bens essenciais ao restabelecimento do quotidiano das populações afetadas, bem como em missões de busca e salvamento e de desobstrução de vias de comunicação. A participação da Força num conjunto de intervenções bem distintas, granjeou inúmeros elogios, quer das comunidades locais, quer das instituições europeias e internacionais presentes naquele território.”

“Não obstante tratar-se de um teatro de operações distante, com condições naturais e sociais particularmente exigentes após a passagem daquela tempestade, que afetou especialmente a província de Sofala, os objetivos alcançados pela força destacada para Moçambique são demonstrativos da capacidade manifestada por todos os operacionais para ultrapassar as dificuldades, tendo sido desenvolvidas todas as tarefas com elevado profissionalismo e sentido de missão”, frisando ainda e concluindo que,”na verdade, só operacionais altamente preparados, conscientes das suas capacidades e que treinam envolvimentos operacionais semelhantes aos que encontraram naquele país, reúnem condições físicas e psicológicas para serem projetados em tão curto espaço de tempo e cumprirem de forma digna de louvor as missões que lhes foram confiadas.”

Entre os operacionais das corporações do Vale do Sorraia, receberam este louvor o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Benavente, José Manuel Ferreira Nepumoceno, e o subchefe  Jorge Manuel Lima de Melo Carvalho, bem como o coruchense José Guilherme Costa São Marcos, comandante da Companhia de Sapadores Bombeiros de Santarém.

Fonte: Noticias do Sorraia

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________