Despiste de Carro Mata Estudantes de Gestão em Faro - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Despiste de Carro Mata Estudantes de Gestão em Faro


Pedro Paço, de 20 anos, e Rui Queirós, de 21, eram estudantes do curso de Gestão da Universidade do Algarve e residiam na cidade de Faro.

Estavam a terminar a licenciatura, mas um passeio à noite foi fatal para os dois jovens universitários. Morreram após um violento despiste ocorrido na noite de terça-feira na Estrada Nacional 125-10, que liga a cidade algarvia ao Aeroporto Internacional de Faro.

O alerta para o acidente foi dado às 23h47. As vítimas seguiam num Peugeot 206 e Pedro Paço era o condutor. O jovem terá perdido o controlo do carro numa zona de reta em circunstâncias ainda desconhecidas para as autoridades.

O veículo foi embater com violência num poste de eletricidade, junto a uma vedação onde estão estacionados vários automóveis de aluguer.

O choque deixou as vítimas presas dentro da viatura, que ficou completamente destruída. Foram acionados vários meios de socorro e a operação foi bastante complexa, envolvendo elementos dos Bombeiros Sapadores de Faro, INEM, Cruz Vermelha Portuguesa e GNR. As vítimas tiveram de ser desencarceradas pelos bombeiros do veículo, que derrubou vários ramos de uma árvore antes de ficar imobilizado.

Segundo o CM apurou junto de várias fontes, os dois jovens sofreram ferimentos considerados muito graves e já nada foi possível fazer para os salvar, tendo os óbitos sido declarados pelo médico do INEM no local do acidente. Uma das vias de trânsito esteve cortada durante algumas horas para assistência às vítimas e trabalhos de limpeza.

Os militares do Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação da GNR estiveram no local e estão agora a investigar as circunstâncias em que ocorreu o despiste mortal.

Pormenores
Família influente
Pedro Paço é filho de um conhecido empresário do ramo automóvel da cidade de Faro e tinha mais dois irmãos. Também o avô do jovem é uma figura muito reconhecida e acarinhada, pelo que a sua morte deixou em choque toda a população farense.

Socorro às vítimas
O alerta para o acidente foi dado às 23h47 de terça-feira e, de imediato, foram mobilizadas dezenas de viaturas de socorro para o local. Nas operações de assistência às vítimas e trabalhos de limpeza da via estiveram envolvidos 26 operacionais apoiados por 12 viaturas.

Três dias de luto académico
A morte dos estudantes Rui Camilo Queirós e Pedro Pestana Girão Leal Paço, de 21 e 20 anos, levou a que a Universidade do Algarve (UAlg) declarasse ainda esta quarta-feira, durante a manhã, três dias de luto académico, uma vez que os dois jovens estavam inscritos como estudantes na licenciatura do curso de Gestão da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo, situada no Campus da Penha, na cidade de Faro.

"A instituição solidariza-se com este momento de tristeza", afirma a instituição algarvia, num comunicado assinado pelo reitor da UAlg, Paulo Águas, que referiu que a nota de pesar é feita "em nome de toda a comunidade académica".

A Universidade do Algarve endereçou ainda "as sentidas condolências à família e aos amigos" das duas vítimas mortais. Ao que o CM conseguiu apurar, apesar da diferença de idades das vítimas (Rui Queirós nasceu em 1998 e Pedro Paço em 1999), estariam ambos no último ano do curso de Gestão da UAlg.

Vítima mortal perdeu o pai há cinco anos
Rui Camilo Queirós, uma das vítimas mortais, perdeu o pai em agosto de 2015. Publicou, na altura, uma mensagem nas suas redes sociais a dar conta do falecimento do pai, ilustrada por uma foto deste.

Município de Faro emite nota de pesar
A Câmara Municipal de Faro, presidida por Rogério Bacalhau, lamentou esta quarta-feira a morte dos dois estudantes, apresentando as sentidas condolências às famílias de Pedro Paço e Rui Queirós.

Mãe preocupada após acidente
A mãe de uma amiga de Rui Queirós lamentou ao CM as mortes e diz estar preocupada com os comportamentos dos jovens. Refere ser importante "sensibilizar os jovens para os perigos" da condução.

Poste no chão e ramos de árvore arrancados
Durante a manhã desta quarta-feira ainda eram visíveis, no local, as marcas do acidente violento que vitimou os dois jovens.

O poste de eletricidade derrubado pelo automóvel estava caído no chão, bem como vários ramos da árvore arrancados também pelo veículo.

Capotamento no mesmo local
Durante a tarde de terça-feira, cerca de 10 horas antes do acidente mortal, houve um despiste aparatoso também na Estrada Nacional 125-10. Uma mulher, de 28 anos, perdeu o controlo do automóvel que conduzia e capotou.

Sofreu apenas ferimentos ligeiros.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________