Do Real Madrid para o quartel dos bombeiros: a reviravolta na vida de uma jovem promessa inglesa - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 6 de maio de 2020

Do Real Madrid para o quartel dos bombeiros: a reviravolta na vida de uma jovem promessa inglesa


Paige Williams é só mais um exemplo de como é ténue a linha que separa o estrelato da 'desgraça'. Após anos e anos dedicada ao futebol feminino, chegou a estar perto de assinar pelo Real Madrid, mas a impossibilidade dos merengues emprestarem uma jogadora fechou-lhe as portas e viu-se à deriva. Abandonou os relvados e mudou completamente de vida, tendo-se dedicado a servir os outros. A história foi contada pela própria, numa entrevista concedida à BBC.

"Todos me fizeram acreditar que iria para o Real Madrid. Uma manhã estava a caminhar ao lado de Marcelo [lateral-esquerdo], dizendo-lhe os bons dias a caminho dos treinos, a partilhar as mesmas instalações. Mas uma das jogadoras da equipa não poderia sair emprestada, o que não libertou uma vaga que ficaria para mim. Pequenas coisas como esta, era como se tudo me estivesse a afastar do futebol. Havia fatores que não poderia controlar", explicou a futebolista inglesa, que sublinhou ainda ter ficou sem chão e que acabou por mudar de rumo: "O verão passado foi um momento de loucura. Assustou-me pensar, que sem futebol, não teria absolutamente nada. Nunca tinha ganho uma grande quantidade de dinheiro, pelo que não tinha poupanças. Não tenho casa própria e pensei 'em que mais poderia ser boa'. A minha mãe sugeriu o serviço dos bombeiros".

Acatou o conselho da mãe e agora Paige Williams sente-se bastante feliz pela decisão tomada: "Um erro em campo e poderia levar um golo, um erro na minha nova equipa, são vidas. Sei que tenho de ser a melhor versão de mim todos os dias para ajudar a manter Merseyside a salvo e isso emociona-me. Gosto do meu trabalho", concluiu.

Fonte: Record

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________