"Vai Cair em Cima dos Bombeiros a Parte Pior do Pico da Crise" - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 3 de abril de 2020

"Vai Cair em Cima dos Bombeiros a Parte Pior do Pico da Crise"


O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, lamenta que o material de proteção prometido pelo Estado não tenha chegado. Depois do encontro com o ministro da Administração Interna, Marta Soares anunciou que os bombeiros, mesmo sem capacidade, vão comprar material.

"A Liga dos Bombeiros Portugueses, mesmo não tendo dinheiro, vai gastar cerca de 120 mil euros na compra de fatos de proteção individual laváveis, máscaras e viseiras. São alguns milhares e, efetivamente, vão afetar as nossas finanças sem pôr em causa, minimamente, a garantia do fundo de proteção social do bombeiro", explicou à TSF Jaime Marta Soares.

Jaime Marta Soares espera que o pico desta pandemia não aconteça ao mesmo tempo que os incêndios.

"Vai cair em cima dos bombeiros a parte pior do pico da crise. Avisámos antecipadamente também por nossa preocupação porque esse pico pode ser coincidente com o início dos incêndios florestais. Que o diabo seja cego, surdo e mudo. Portanto, a primeira preocupação é a dos equipamentos de proteção individual porque vamos para salvar", teme o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses.

O presidente da Liga dos Bombeiros garante que é preciso ajuda financeira para enfrentar esta situação.

"A maior parte das associações humanitárias de bombeiros está já em falência técnica e poderão até vir a ter situações de insolvência. É por isso necessário que seja corrigido o acesso ao lay-off, não para despedir bombeiros, mas para, efetivamente, criar uma gestão mais adequada porque não podemos prescindir de bombeiros", afirmou Marta Soares.

Jaime Marta Soares revela ainda que há, nesta altura, 60 bombeiros infetados com Covid-19.

"Há, neste momento, cerca de 60 bombeiros infetados. Poderão haver cerca de 400, que estão em quarentena. São os números aproximados que tenho", acrescentou o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses.

Fonte: TSF

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________