Os Bombeiros Não Podem Ser Prejudicados nos Seus Vencimentos - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 21 de abril de 2020

Os Bombeiros Não Podem Ser Prejudicados nos Seus Vencimentos


Os bombeiros não podem ser prejudicados nos seus vencimentos: ANBP/SNBP defendem que para tempos excepcionais, são necessárias medidas excepcionais

ANBP/SNBP apelam ao governo para que seja produzido um despacho ou legislação que salvaguarde os vencimentos na sua totalidade, (incluindo suplementos), a todos os bombeiros, técnicos de protecção civil e a todos os operacionais no âmbito da protecção civil e socorro que foram contaminados ou que venham a ser no desempenho da sua missão, e que por esse motivo sejam obrigados a colocar baixa.

Estes profissionais que estão na linha da frente, e que têm cumprido com o máximo de zelo e dedicação a sua missão, na maioria das vezes sem disporem do equipamento de protecção individual mais adequado, que lhe deveria ter sido garantido, não podem ser abandonados pelo Estado.
Não podem ver reduzidos o seu vencimento, entre 30 e 40%, devido a terem ficado doentes. Não concordamos que estes casos sejam tratados como uma baixa normal porque esta também não é uma situação normal de doença.

Todos estes profissionais estão obrigados, por legislação especial, a cumprir tudo o que lhes és solicitado, sem que lhes seja sequer reconhecido o direito de assistência à família.

Uma situação que nos faz exigir que também seja criada uma legislação especial que proteja aqueles que são colocados 24 sobre 24 horas, em contacto directo com os riscos de contágio, onde facilmente podem ficar infectados.

Uma medida que se pede que seja urgente, de forma que estes profissionais não vejam prejudicados os seus vencimentos e deixem conseguir pagar as suas contas.

Estamos todos disponíveis para defender o país e ajudar a população, muitas vezes com equipamentos deficitários. Não nos podem é pedir sacrifícios e depois o Estado não nos dar as garantias que nós precisamos.

ANBP/SNBP há duas semanas alertaram para a necessidade de uma LINHA VERDE COVID19 para que os bombeiros tivessem acesso mais rápido aos testes de despistagem e verificação de contaminação, dado que era uma necessidade para o sector.

Ontem o Governo veio dar-nos razão com as declarações da Secretária de Estado da Administração Interna, que anunciou a implementação da medida, reconhecendo esta necessidade.

Agora apelamos a que esta situação dos vencimentos seja revista uma vez que já começou a reflectir-se nestes profissionais, e que poderá vir a trazer um problema social grave para aqueles que estão na linha da frente.

A baixa deverá ser paga a 100%
Estes profissionais não se podem sentir abandonados!

ANBP/SNBP

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________