Número de Mortes em Portugal Subiu para 687, Mais 663 Pessoas Infetadas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sábado, 18 de abril de 2020

Número de Mortes em Portugal Subiu para 687, Mais 663 Pessoas Infetadas


O boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) foi divulgado e dá conta de uma subida ligeira nas vítimas mortais, mais 30 nas últimas 24 horas. Por outro lado, o números de novos casos registou um aumento acrescido: mais 663 pessoas contagiadas com o novo coronavírus, o que compara com os 181 novos casos que tinham sido avançados esta sexta-feira. 

No total, Portugal contabiliza 19.685 casos confirmados. Morreram 687 pessoas desde o início do surto em território nacional. 

Um dos dados mais relevantes no ponto de situação deste sábado é o facto de o número de pessoas que já recuperaram da doença estar cada vez mais próximo do número de vítimas mortais. 

No espaço de 24 horas, os casos recuperados registaram um crescimento de quase 100 e ascenderam aos 610. 

O número de internamento mantém a tendência de descida. Nesta altura, estão hospitalizadas 1.253 pessoas por causa da Covid-19, das quais 228 estão nas unidades de cuidados intensivos. 

A região Norte mantém-se como a mais atingida pela pandemia, com 11.762 casos de infeção e 393 mortos. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo com 4.438 pessoas infetadas e 124 vítimas mortais, e depois a região Centro que soma 2.863 contágios e 157 óbitos. 

Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________