Incêndio em Óbidos deixa Moradia sem Condições - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Incêndio em Óbidos deixa Moradia sem Condições


Os bombeiros de Óbidos combateram esta quarta-feira um incêndio nas Gaeiras, no anexo de uma moradia, na Rua de Santo António, onde, segundo a corporação, havia uma “elevada carga combustível”, conseguindo evitar que o fogo se propagasse para o interior da habitação.

De salientar também a rapidez com que os vizinhos, com mangueiras e baldes, conseguiram controlar as chamas para não alastrarem às casas ao lado.

O anexo ficou totalmente destruído pelas chamas e a casa, devido ao fumo, mas também a alguns danos, nomeadamente nas janelas, que arderam por completo, ficou provisoriamente sem condições de habitabilidade. Uma idosa de 91 anos, hipertensa, foi levada ao hospital das Caldas da Rainha, e a filha, com cerca de 60 anos, foi assistida no local. Ambas residiam na moradia e vão agora ficar alojadas na casa de um familiar até serem feitas obras de reparação de janelas e pintura.

O alerta, pelas 15h14, mobilizou doze operacionais e cinco viaturas, para além de elementos da Unidade Local de Proteção Civil das Gaeiras, tendo a ocorrência sido encerrada pelas 17h08.

Durante a madrugada tinha havido outro incêndio, em A-da-Gorda, onde a rápida intervenção de dez operacionais e quatro viaturas permitiu o domínio do incêndio numa casa “sem propagação a áreas adjacentes”. Poderá ter tido origem numa salamandra e apenas afetou ligeiramente pequena parte do soalho.

A ocorrência foi registada pelas 2h21, no Largo de Santo António, tendo sido dada por concluída pelas 4h35.

Não houve feridos.

Pelas 17h15, os bombeiros foram solicitados para realizar o transporte para o hospital das Caldas da Rainha de uma pessoa suspeita de estar infetada com o novo coronavírus.

A corporação admitiu que “hoje o dia tem sido muito intenso e com uma atividade operacional acima do normal”.

Fonte: Jornal das Caldas

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________