Despiste de mota faz um morto em Ferreira do Alentejo - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Despiste de mota faz um morto em Ferreira do Alentejo


Um homem de 42 anos foi encontrado sem vida esta sexta-feira de manhã, na Estrada Nacional 121, em Ferreira do Alentejo, na sequência de um despiste de mota.

Segundo foi possível apurar, a vítima e o filho deslocaram-se a Ermidas do Sado, concelho de Santiago do Cacém, a cerca de 13 quilómetros de Canhestros, para abastecerem duas motas de combustível e foi no regresso que se deu o acidente.

O motociclista terá perdido o controlo da mota, que saiu da estrada e embateu violentamente num sobreiro.

Pai e filho ter-se-ão desencontrado no percurso. Como o pai não apareceu em casa durante a noite, esta manhã, o filho e outros familiares foram procurá-lo e encontraram o corpo, desmembrado, e a mota no meio de vários sobreiros.

O JN apurou que o cenário encontrado era dantesco, já que o corpo do condutor do motociclo estava partido em três partes e espalhado por vários metros.

Alertada a GNR, foi posteriormente acionada a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Beja, que seria desmobilizada antes de chegar ao local do acidente.

O corpo da vítima foi levado para o Gabinete-Médico Legal de Beja, onde será autopsiado. Para o local do acidente foram mobilizados 11 operacionais, apoiados por seis viaturas dos Bombeiros Voluntários, GNR de Ferreira do Alentejo e VMER de Beja.

Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________