Médico do Hospital de Penafiel Infectado com Coronavírus - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 2 de março de 2020

Médico do Hospital de Penafiel Infectado com Coronavírus


Estão confirmados os dois primeiros casos de infeção do novo coronavírus, Covid-19, em Portugal. Ambos os pacientes estão internados em hospitais do Porto.

As primeiras análises a dois pacientes, um internado no Hospital de Santo António e outro no Hospital de São João, no Porto, deram positivo, apurou o JN. As informações foram confirmadas durante a manhã pela ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa conjunta com a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

A ministra confirmou que o doente internado no Santo António é um "homem com 60 anos, que teve início de sintomas a 29 de fevereiro", cujo estado de saúde é "estável". Acrescentou ainda que existe, neste caso, "um link [ligação] epidemiológico ao norte de Itália", onde o português esteve de férias. Segundo apurou o JN, o paciente é um médico do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa.

Sobre o doente do São João, trata-se de "um homem de 33 anos", cuja análise hospitalar ao novo coronavírus deu positiva (durante a manhã, ainda se aguardava o resultado da contra-análise, que também se revelou positivo). Este paciente, que também está estável, registou os primeiros sintomas a 26 de fevereiro e "tem link epidemiológico a Valência, Espanha". Trata-se de um residente na zona do Grande Porto, trabalhador na área da construção civil em Espanha, segundo informações recolhidas pelo JN.

Em Portugal, até às 19 horas de domingo, a Direção-Geral da Saúde (DGS) registou 85 casos suspeitos de infeção, dos quais pelo menos 73 não se confirmaram, após testes negativos. A DGS mantém o risco da epidemia para a saúde pública em "moderado a elevado".

Adriano Maranhão, o primeiro a ser infetado com o novo coronavírus num navio de cruzeiro, já recebeu alta hospitalar no Japão, depois de resultados negativos nas análises, segundo a sua mulher, Emmanuelle Maranhão.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro na China e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, já infetou perto de 90 mil pessoas e mais de três mil morreram de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde. Das pessoas infetadas, mais de 39 mil recuperaram.

Fonte: JN

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________