COVID-19 - Governo Aprova Dispensa de Serviço para Bombeiros Voluntários e Reserva Nacional - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 13 de março de 2020

COVID-19 - Governo Aprova Dispensa de Serviço para Bombeiros Voluntários e Reserva Nacional


As duas medidas, de caráter extraordinário, destinam-se a conter e a mitigar a propagação da doença Covid-19, foram aprovadas no Conselho de Ministros de quinta-feira e hoje divulgadas.

Os ministros da Administração Interna e da Saúde declararam hoje "o estado de alerta em todo o país, colocando os meios de proteção civil e as forças e serviços de segurança em prontidão".

Na área da proteção civil, as medidas aprovadas incluem a aplicação de um regime excecional de dispensa de serviço para os bombeiros voluntários chamados a reforçar o socorro e a criação de uma reserva nacional de equipamentos de proteção individual para a emergência médica, destinados a corpos de bombeiros.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais quase cinco mil mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

O número de infetados ultrapassou as 130 mil pessoas, com casos registados em cerca de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados
.
A região Norte continua a ser a que regista o maior número de casos confirmados (44), seguida da Grande Lisboa (23) e das regiões Centro e do Algarve, ambas com cinco casos confirmados da doença.

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________