Milhares Recebem Ordem de Evacuação Devido ao "Inferno" das Chamas na Austrália - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Milhares Recebem Ordem de Evacuação Devido ao "Inferno" das Chamas na Austrália


Milhares de turistas e residentes nos estados australianos de Victoria e Nova Gales do Sul receberam esta quinta-feira ordem de evacuação devido ao "perigo extremo" dos incêndios nos próximos dias.

Estão previstas temperaturas superiores a 40 graus e ventos fortes, condições propícias para o agravamento dos cerca de 200 fogos que ardem sem controlo na região, que já mataram oito pessoas desde o fim de semana.

Ao contrário do sucedido na semana passada, desta vez as populações seguiram os conselhos das autoridades e abandonaram as suas casas, mas a evacuação em massa criou um novo problema, com milhares de carros a entupirem as duas principais autoestradas, criando engarrafamentos com mais de 30 quilómetros.

O PM, Scott Morrison, que esta quinta-feira presidiu a uma cerimónia em que o filho de um bombeiro morto nos incêndios recebeu uma medalha em nome do pai, apelou às pessoas para "terem paciência" e assegurou que as autoridades estão a fazer todos os possíveis para desbloquear as estradas.

Entretanto, um navio da Marinha chegou esta quinta-feira a Mallacoota para começar a retirar as cerca de quatro mil pessoas que estão refugiadas numa praia desde segunda-feira, mas a operação deverá levar vários dias já que o porto mais próximo fica a 16 horas de viagem e a embarcação só consegue transportar cerca de mil pessoas de cada vez.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________