Estão a Transformar os Bombeiros em Algoritmos - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Estão a Transformar os Bombeiros em Algoritmos


Parece um paradoxo, no entanto se repararmos bem não será assim tanto, até porque se consultarmos um Dicionário da Língua Portuguesa podemos por lá encontrar como definição que “Algoritmo é um conjunto de fases de pormenor por que é preciso passar para chegar à solução de um problema”. O que isto tem de terrível é que estamos a ser usados para resolver o “problema” que alguém identificou como sendo os Bombeiros, ou seja, estamos a colaborar activamente para a nossa extinção, assim o entendo eu.

Senão vejamos, criação de forças e forças paralelas, criação de Agencias e Observatórios para relatarem, ou simplesmente produzirem relatórios, caso curioso, que por vezes dizem que não era possível “fazer melhor”, mas acrescentam “aliado aos bombeiros que temos” (palavras minhas) e NÓS sempre prontos a seguirmos em fila indiana até à estucada final.

Nos incêndios, já nem os vou classificar, até porque já têm tantos nomes que por vezes perco-me, é o que sabemos, entidades, mais entidades e depois bombeiros, mesmo assim lá vamos, a troco de pouco ou quase nada.

O INEM, sim o Instituto que tem a seu cargo a prestação de socorro às populações no Pré-Hospitalar, “obriga-nos” a assinar protocolos os quais não chegam nem pouco mais ou menos para as despesas que as AH ou os CB’s, sim os CB’s um dia destes hei-de voltar ao tema, têm com essa parceria, mas NÓS estamos lá. Não vale a pena virem dizer que isto e mais que também, porque é verdade, certo?

Hoje estamos à espera da “Depressão Elsa”, que ao que parece vai dar trabalho. A quem? Aqueles que fardam de vermelho, teoricamente RAL 3000, mas como por vezes os € faltam qualquer RAL serve, já outros é sempre a cor certinha, talvez porque os €€ não são tão raros.

Por essas e por outras nós lá andamos a dar corda, até que sejamos dispensáveis e sempre dispostos a fazer parte desse tal algoritmo.
Bom e assim chegamos ao final do ano e alegremente esfregamos as mãos e dizemos “para o ano é que vai ser …..”, depois o balanço descamba sempre. A culpa? Dizem que nunca morre solteira, mas ainda não vi que queira casar com ela.

Meus amigos, aproveito para desejar um Santo e Feliz Natal, e um ano de 2020 cheio de coisinhas boas.

Abreijos

Martins Andrade

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________