Infantário Perde Duas Crianças Durante Passeio em Pinhal de Leiria - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Infantário Perde Duas Crianças Durante Passeio em Pinhal de Leiria


Duas crianças, um menino e uma menina, ambos com dois anos, foram esta terça-feira perdidas durante um passeio de um colégio a um pinhal e acabaram por ser encontradas por uma mulher junto à povoação de Marinheiros, em Leiria.

Os bebés, ao cuidado do infantário Cubo Mágico, a centenas de metros do local onde foram encontradas, separaram-se do grupo de 12 que saiu do infantário para "passear e pintar no pinhal", pelas 10h00, informou a direção do colégio, e ficaram perdidas na mata.

Antes do meio-dia, uma moradora apercebeu-se das duas crianças sozinhas e conduziu-as até umas bombas de combustível próximas, onde a PSP foi chamada. À chegada das autoridades, já se encontrava uma funcionária do Cubo Mágico no posto de abastecimento. As crianças, que não apresentavam quaisquer problemas de saúde, foram novamente entregues ao infantário.

Ao CM, Nélson Domingues, representante legal da direção explicou que os passeios pela mata "fazem parte da identidade do colégio desde a sua fundação, há seis anos, sem quaisquer incidentes". A instituição, que conta com 132 crianças, vai "realizar de imediato um inquérito" para "apurar o que aconteceu e avaliar o grau de responsabilidade dos profissionais".

Mesmo após este caso, o infantário não equaciona terminar os passeios na mata. "Em primeiro lugar colocamos a segurança das crianças, mas não queremos perder a nossa proximidade à natureza", explicou Nélson Domingues.

Fonte: CMTV

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________