Assegurado combate a fogos apesar de demissão nos bombeiros em Vila Pouca de Aguiar - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Assegurado combate a fogos apesar de demissão nos bombeiros em Vila Pouca de Aguiar


O presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado, disse ontem à Lusa que a demissão do comandante dos bombeiros locais não coloca em causa a prevenção e combate aos fogos no concelho.

A “possibilidade de haver instabilidade no início do período crítico de incêndios” levou o autarca a promover, na segunda-feira, reuniões com a direção dos Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar e com o comandante demissionário, José Relvas.

O autarca manifestou-se “surpreendido e preocupado” com a situação ocorrida, mas explicou que os responsáveis envolvidos salvaguardaram a disposição dos meios.

A corporação tem agora como comandante interina Diana Silva, até então segunda comandante, e que “tem acompanhado toda a operação de planeamento na prevenção e combate aos incêndios”.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar, José Relvas, apresentou a demissão a 19 de junho por “divergências” com o presidente da direção.

Apesar da saída do cargo no início do período crítico de incêndios, José Relvas explicou à Lusa que tudo ficou “agendado e planeado” para o bom funcionamento em caso de necessidade.

Contactado pela agência Lusa, o presidente dos Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar, José Quinteiro, confirmou o desentendimento com o comandante, mas ressalvou que “os motivos não justificaram o pedido de demissão”.

O presidente da direção da corporação assegurou também o bom funcionamento da instituição, que tem agora como comandante interina Diana Silva, explicando que esta já ocupou anteriormente o cargo e que “conhece bem os cantos à casa”.

Fonte: http://rcaguiarense.com

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________