Penela Prepara Moradores das Aldeias para Agir em Caso de Incêndio - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 14 de março de 2019

Penela Prepara Moradores das Aldeias para Agir em Caso de Incêndio


Com vista a implementar estratégias para proteger os aglomerados populacionais face a incêndios rurais, vai realizar-se uma sessão prática de esclarecimentos na aldeia do Traquinai, freguesia do Espinhal, este sábado (16), pelas 14h00. Esta iniciativa surge no âmbito do programa “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”, promovido pela Autoridade Nacional de Protecção Civil.

“A acção, aberta a toda a população do concelho de Penela, irá incidir numa avaliação dos riscos”, refere uma nota da autarquia, adiantando que “serão também exercitados procedimentos para manter a residência segura e meios de autodefesa”. Por outro lado, esta sessão pretende ensinar a população a “dar o alerta em caso de incidente”, explicando “o que fazer no caso de aproximação do incêndio e de a aldeia ficar cercada”, adianta a mesma nota, salientando que esta informação estará também disponível no folheto a distribuir naquela sessão.

Além disso, será feita a identificação de proprietários em infracção relativamente à legislação em vigor no que concerne à constituição de faixas de gestão de combustível.

De referir que esta sessão, que ensina a agir em caso de incêndio e mostra os locais de abrigo e refúgio, é promovida pelo Município de Penela em colaboração com os Bombeiros Voluntários locais, a Junta de Freguesia do Espinhal, a GNR e o CLDS.

Posteriormente, a protecção civil municipal irá realizar estas acções em outras aldeias do concelho de Penela, durante os meses de Março e Abril, “com o objectivo de desenvolver e implementar ao nível local um conjunto de actividades em prol da protecção e segurança de pessoas e bens, face à iminência ou ocorrência de incêndios rurais ou outros incidentes”, conclui a autarquia.

Fonte: Jornal Terras de Sicó

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________