Aumentaram as Mortes por Atropelamento em Portugal - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Aumentaram as Mortes por Atropelamento em Portugal


Em 2018, morreram 100 pessoas atropeladas, um aumento de quase 20 por cento face a 2017, ano em que se registaram 81 vítimas mortais.

Dos 100 atropelamentos, 70 casos foram registados na área da GNR, os outros 30 na área da PSP.

De acordo com os dados apurados pela Renascença, foram registados 7.600 atropelamentos em todo o país, na sequência dos quais a PSP e a GNR contaram ainda 422 feridos graves. A grande maioria dos peões atropelados tinha mais de 50 anos.

Segundo a GNR, os atropelamentos assumem uma particular preocupação devido ao facto de o maior volume de tráfego automóvel e pedonal coincidir com o período do anoitecer ou início da noite (entre as 17h00 e as 20h00), contribuindo para este tipo de sinistralidade a visibilidade reduzida, a condução distraída, sob stress ou fadiga, e o menor cuidado no atravessamento da via por parte dos peões.

Esta quarta-feira, a GNR realiza uma operação dedicada justamente à segurança dos peões. As ações de fiscalização e sensibilização realizam-se essencialmente nos distritos do Porto, Braga, Setúbal e Faro com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de segurança e mobilidade dos peões, incutir comportamentos mais seguros por parte de todos os utentes e prevenir a ocorrência de acidentes de viação por atropelamento.

Os militares da GNR prometem estar especialmente atentos ao estacionamento em cima dos passeios e a menos de cinco metros das passadeiras, ao excesso de velocidade dentro das localidades e ao uso do telemóvel durante a condução, considerado um dos principais fatores de distração ao volante. 

Fonte: Renascença

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________