Governo gasta 50 euros por hectare contra fogos em Portugal - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Governo gasta 50 euros por hectare contra fogos em Portugal


O Governo vai investir 340 milhões de euros em políticas de prevenção de fogos e combate a calamidades através da Autoridade Nacional de Proteção Civil, durante este ano de 2019. Segundo Tiago Oliveira, presidente da recém-criada Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF), esta verba, que representa "um esforço orçamental", será aplicável em toda a mancha de 6,8 milhões de hectares de área florestal do país, o que dá uma média de gasto de 50 euros por hectare. 

A revelação foi feita esta quinta-feira na apresentação da campanha de media "Portugal Chama", a primeira implementada pela AGIF, organismo supra-ministerial na dependência do primeiro-ministro António Costa. "Trata-se de uma campanha forte e única, que arranca esta sexta-feira com um filme promocional nos media e nas redes sociais, bem como com outdoors, que recordarão a tragédia dos fogos de 2017", explicou Tiago Oliveira. O custo previsto de 1,9 milhões de euros será dividido por vários ministérios, e sairá da verba de 340 milhões de euros anunciada por António Costa, para o reforço da prevenção de incêndios. 

Queimadas dão mais de 50% das ignições 

As queimadas ou queimas de sobrantes causaram, em 2018, mais de 50% das ocorrências de incêndios no país. Segundo Tiago Oliveira, presidente da AGIF, esta é "uma situação que decorre de uma questão cultural por parte dos proprietários rurais". Por isso, frisa o responsável, uma das ideias da campanha ‘Portugal Chama"é apelar a que se mude a forma de gerir os terrenos. "As autarquias irão intervir para arranjar novas soluções", concluiu.

Correio da manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________