Ministro Diz que Resposta da Proteção Civil Foi "Muito Satisfatória" - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 14 de outubro de 2018

Ministro Diz que Resposta da Proteção Civil Foi "Muito Satisfatória"


O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou, este domingo, que a operação da Proteção Civil na resposta à tempestade Leslie, que afetou a região Centro, correu "de uma forma muito satisfatória".

Numa visita a Montemor-o-Velho, um dos concelhos do distrito de Coimbra fustigados pela tempestade de sábado, Eduardo Cabrita sublinhou que houve "um grande empenho de todas as entidades da proteção civil", quer da coordenação nacional, quer da cooperação com as estruturas distritais e municipais.

O ministro manifestou a sua solidariedade "para com as pessoas mais diretamente afetadas", bem como para com o trabalho das autarquias locais e dos agentes da proteção civil.

O que as diferentes entidades fizeram durante a noite de sábado "permitiu não só minimizar os danos, mas sobretudo" garantir que, "poucas horas depois, se possa já estar a trabalhar na fase seguinte", vincou Eduardo Cabrita, que falava aos jornalistas, após uma reunião na Câmara Municipal de Montemor-o-Velho.

Governo avança com levantamento de prejuízos para aprovar apoios

A administração pública vai começar a fazer um levantamento dos prejuízos causados pela tempestade Leslie, para que os apoios possam ser aprovados no próximo Conselho de Ministros, informou o ministro da Administração Interna.

Segundo Eduardo Cabrita, estão já a ser mobilizadas estruturas dos ministérios da Agricultura e da Educação, bem como da Segurança Social e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) para se avançar com o levantamento dos prejuízos no território afetado pela tempestade Leslie, que afetou a região Centro, com maior incidência nos distritos de Coimbra e de Leiria.

O levantamento vai ser feito com a coordenação da CCDRC, por forma a se identificarem os prejuízos em empresas, habitações, na área agrícola e nos equipamentos municipais que precisem de ser recuperados, referiu o ministro da Administração Interna, que falava aos jornalistas após uma reunião na Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, no distrito de Coimbra.

Para o ministro, é importante que se avance com este trabalho "para que se possa já olhar para o dia seguinte".

Eduardo Cabrita pretende que este levantamento preliminar esteja pronto até ao próximo de Conselho de Ministros, para que aí possa já ser definido "o modelo de apoio que vá ser adotado".

Para o membro do Governo, as habitações sem condições de habitabilidade serão prioritárias, sublinhando que será também necessário uma rápida reposição de vários serviços públicos afetados, nomeadamente escolas e estruturas de apoio a idosos.

Eduardo Cabrita apontou para o exemplo da Escola de 2.º e 3.º ciclos da Carapinheira, em Montemor-o-Velho, que devido aos danos causados, será necessário encontrar um espaço alternativo para os alunos.

A tempestade Leslie provocou 28 feridos ligeiros, 61 desalojados e quase 1.900 ocorrências comunicadas à Proteção Civil, de acordo com o balanço desta autoridade.

Dos 61 desalojados, 57 são do distrito de Coimbra.

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário